Bem-vindo ao novo site
Clube da Maturidade

para quem tem Maisde50

Clube da Maturidade

espiritualidade

VOLTAR

Participe das nossas redes sociais

A filosofia Chinesa
espiritualidade

A filosofia Chinesa

No equilíbrio do Yin e Yang e na força do Feng Shui

A filosofia chinesa afirma que o corpo, a mente e o ambiente externo se influenciam de maneira constante e que, para se alcançar a saúde e a prosperidade é preciso criar um ambiente de ar puro e de alimento abundante e nutritivo, e em seguida absorver essa energia essencial cada vez que se respira e mastiga.

A prática chinesa da organização do ambiente conhecida como Feng Shui se traduz como vento e água, as forças que personificam o fluxo e a transformação de energia no mundo natural. Há dezenas de séculos, o vento e a água eram os melhores amigos e os piores inimigos da sociedade agrícola que povoava a China. Os frios ventos vindos do norte traziam problemas e doenças, mas as suaves brisas vindas do sul traziam o ar fresco e propagador da vida. Os rios ofereciam água vital às pessoas, lavouras e rebanhos quando se mantinham em seu leito, mas devastavam e matavam durante suas freqüentes cheias.

Com o passar do tempo, as pessoas observaram que o vento e a água determinavam a própria topografia da terra em que trabalhavam e viviam. O respeito a eles, tanto pela energia promotora da vida quanto pela energia portadora da morte que essas forças exibiam, teve como evolução a arte Feng Shui, ou seja, a prática que acentua antes o respeito pela natureza do que a sua manipulação. Os chineses perceberam que é preciso entender que tudo tem dois lados, duas energias opostas e o equilíbrio de ambos proporciona a energia que precisamos. Eles também aplicam essa regra aos alimentos e acreditam que controlando e canalizando a energia da comida é possível equilibrar mente e corpo, alcançando o auge da energia essencial a cada refeição que se faz.

O Yin e o Yang são as forças opostas em equilíbrio dinâmico, que impulsionam o Feng Shui e toda a filosofia chinesa tradicional. A energia Yang é potente e expansiva. Abrange todas as coisas sólidas, fortes, afirmativas, masculinas. É a força que ajuda a liderar, a agir, a mudar. O Yin representa o interior, o feminino, o suave. É a escuridão iluminada pela luz, é o ouvir, o renunciar a planos estabelecidos. Com base na idéia de que o universo é dual por natureza, o Feng Shui acredita que o Yin e o Yang ressoam juntos. Se apenas um desses tipos de energia domina, podem ocorrer choques e conflitos.

A medicina chinesa afirma que você pode equilibrar a energia Yin-Yang com o alimento que você come. A carne vermelha e o vinho tinto são quentes, fortes e masculinos, criam calor interior e aumentam a circulação. São Yang, assim como o café, o chocolate, o gengibre, a manteiga, o camarão, nozes, pimentas vermelhas, canela, cravo, noz-moscada e a maioria dos condimentos. Sucos de frutas, legumes e ovos esfriam você. São Yin, assim como frango, pepino, sementes de gergelim, algas, água, maça, laranja, manga e sorvete. Há ainda os alimentos neutros como carne de porco, leite, batata doce, amendoim, arroz, figos, cenoura e mel.

Às vezes, o equilíbrio pode não ser a meta imediata. Se há uma reunião ou projeto importante, é oportuno reunir toda a energia Yang de que puder dispor. Ou, talvez, depois de um dia estressante, a pessoa queira relaxar e seja importante ficar o mais Yin que puder. Aposte nas receitas que proporcionam a energia que você precisa. Uma vez alcançada a sua meta, recomenda a medicina chinesa que você volte a uma condição de equilíbrio para proteger-se do desgaste advindo do excesso prolongado.

 

FONTE: Equipe de Edição - Clube da Maturidade / Fonte: O Livro da Culinária Feng Shui / Foto: Westing
publicado em 01/07/2018 19:11:00

Faça Seu Login para comentar este artigo

Comentários do artigo