Bem-vindo ao novo site
Clube da Maturidade

para quem tem Maisde50

Clube da Maturidade

saúde e bem-estar

VOLTAR

Participe das nossas redes sociais

O Mal de Alzheimer no mundo moderno das tecnologias
saúde e bem-estar

O Mal de Alzheimer no mundo moderno das tecnologias

Novas tecnologias podem ajudar no diagnóstico da doença

Quando ouvimos o nome dessa doença fazemos a referência a uma pessoa bem idosa e com perda de memória, não é mesmo?
Por isso o Alzheimer muitas vezes é confundido pelo estado geral característico da velhice, especialmente pelas confusões ou falhas na memória recente.

Mas não é apenas uma confusão mental ou esquecimento de acontecimentos que caracteriza essa doença. Há uma mudança no comportamento de uma forma geral. Tudo ocorre gradualmente, e a família ou os que estão mais próximos começam a notar as dificuldades ou a incapacidade de realizar coisas que antes pareciam simples na rotina do idoso, inclusive em seu raciocínio. A fala começa a ficar dificultada, como se a língua estivesse pesada, assim como sua coordenação motora e equilíbrio. Mudanças repentinas de humor chegando a estados de depressão ou um estado de agitação começam a interferir diretamente em suas relações sociais.

Quando é diagnosticada no início, o Alzheimer mesmo não tendo cura, de acordo com os especialistas, pode-se retardar o avanço da doença e assim proporcionar qualidade de vida àquele indivíduo por muito mais tempo.

É claro que para se ter um diagnóstico real da doença não seria apenas em uma consulta médica que isso seria possível. São realizados vários testes com o indivíduo para que o especialista possa traçar a sua avaliação. E foi pensando em facilitar este diagnóstico que surgiu um novo App que funciona para os iPads.
São as novas tecnologias trabalhando a favor da medicina. Este é o Contab Mobile, um aplicativo inteligente que faz em poucos minutos o trabalho que demoraria muitas consultas para o especialista finalizar suas observações.

Por se tratar de vários aspéctos a serem avaliados, nada exclui a visão do médico que acompanhará o paciente, mas com certeza esse App poderá ajudar numa rápida avaliação preliminar do indivíduo, pois se refere aos déficits cognitivos no momento de descoberta da doença e início da investigação para a melhor abordagem para o tratamento. Este aplicativo tem previsão de ser lançado posteriomente em vários idiomas, mas até o momento ainda não está disponível ao público.

Falando em Apps que podem ajudar sobre o Alzheimer, existe o TimeLess, que ainda se encontra em desenvolvimento. Esse aplicativo propõe a ajuda "imediata" ao indivíduo que já apresenta falhas de memória. A pessoa teria uma foto/imagem de todas as pessoas que fazem parte do seu dia-a-dia e assim, quando não reconhecesse aquela pessoa, o App faria esse "reconhecimento" por ela. Assim como o reconhecimento facial, o App promove uma tela com uma lista de informações pessoais que o paciente precisa sempre estar lembrando, como seu nome, idade, telefone, endereço...

É a tecnologia ajudando a rotina de quem tem a doença ou aos que estão diretamente ligados à ela.

 

FONTE: Equipe de Edição - Clube da Maturidade
publicado em 11/07/2018 14:18:00

Faça Seu Login para comentar este artigo

Comentários do artigo

Vehuel-rj em 16/07/2018 02:56:00

O assunto é útil mas, a doença ainda é de pouco conhecimento para o público, não acham? Existe muita especulação, muitas informações alarmantes e confusas sobre o assunto...

Faça Seu Login para responder este comentário